O treinamento inclui o domínio cinésico-sensorial-perceptivo-cognitivo, através da aprendizagem experiencial, o processamento de grupo e a revisão teórica que sustenta as abordagens em DMT.

O curso de formação ocorre por meio de trabalho pessoal e grupal, com aulas que conjugam estudos teóricos e vivenciais de dança e movimento.

O programa entende a condição de aprendizagem como um processo de “treinamento, formação e transformação pessoal”. Por esta razão o CEFID foca o trabalho em 3 fases: o conhecimento de si mesmo; a interação e movimento partilhado e o aprofundamento dos diversos métodos da dançaterapia e seus modos de abordagem de acordo as necessidades do publico alvo em que trabalharão.