É um profissional que trabalha essencialmente com o movimento e com a dança, utilizando a linguagem corpórea em campos sócio-educativos e de saúde, com finalidade terapêutica, preventiva e de reabilitação.

Ser dançaterapeuta requer pôr o corpo, o afeto, o olhar reflexivo, a permissão à fantasia, à capacidade de jogo e à possibilidade de adaptar seu próprio tempo ao tempo de cada grupo.

Sua função é abrir canais de comunicação para facilitar o inter-jogo da pessoa com a dança, a música, o silencio, a escrita, o desenho, a palavra, o humor e os estímulos intermediários. 

É importante que o dançaterapeuta mantenha-se informado sobre o desenvolvimento e atualidades da DançaMovimentoTerapia e campos afins. 

Um dançaterapeuta deve adquirir conhecimentos teórico e prático, bem como trabalhar em si mesmo o desenvolvimento da paciência, da intuição, da empatia e ter habilidade para recriar o que aprendeu de acordo com cada situação.

A figura do dançaterapeuta no CEFID - DMT

O profissional que segue o percurso de formação em DMT oferecido pelo CEFID tem como característica o conhecimento oriental aplicado à dançaterapia. Este conhecimento milenar, que visa à integração e equilíbrio do ser corpo/mente, serve de base para que o profissional se oriente na organização e plano de trabalho durante as sessões vivenciais. 

Tendo como base essa linha de pensamento, o dançaterapeuta formado pelo CEFID terá desenvolvido em si mesmo algumas qualidades delineadas:

Sendo assim, o dançaterapeuta apresenta em seu rol profissional as seguintes particularidades:

Por esses motivos, a Formação em dançaterapia no CEFID-DMT tem como proposta formar profissionais com uma sólida preparação no âmbito artístico e terapêutico e que sejam conhecedores do próprio rol profissional e do comportamento ético deles exigido.